Com R$ 146 milhões, obra na saída Norte será retomada

O Departamento de Estradas de Rodagem (DER) planeja recomeçar a duplicação da Saída Norte de Brasília em abril; a obra, que teve início em 2014 e foi abandonada, será financiada com dinheiro do BNDES; em maio do ano passado, o o governo do Distrito Federal chegou a anunciar a retomada do serviço; com a autorização do empréstimo, o executivo terá R$ 146 milhões em caixa, o que representa 74% da verba necessária para a conclusão da obra; o restante deve ser arrecadado até 2018

O Departamento de Estradas de Rodagem (DER) planeja recomeçar a duplicação da Saída Norte de Brasília em abril; a obra, que teve início em 2014 e foi abandonada, será financiada com dinheiro do BNDES; em maio do ano passado, o o governo do Distrito Federal chegou a anunciar a retomada do serviço; com a autorização do empréstimo, o executivo terá R$ 146 milhões em caixa, o que representa 74% da verba necessária para a conclusão da obra; o restante deve ser arrecadado até 2018
O Departamento de Estradas de Rodagem (DER) planeja recomeçar a duplicação da Saída Norte de Brasília em abril; a obra, que teve início em 2014 e foi abandonada, será financiada com dinheiro do BNDES; em maio do ano passado, o o governo do Distrito Federal chegou a anunciar a retomada do serviço; com a autorização do empréstimo, o executivo terá R$ 146 milhões em caixa, o que representa 74% da verba necessária para a conclusão da obra; o restante deve ser arrecadado até 2018 (Foto: Leonardo Lucena)

Brasília 247 - O Departamento de Estradas de Rodagem (DER) planeja recomeçar a duplicação da Saída Norte de Brasília em abril. A obra, que teve início em 2014 e foi abandonada, será financiada com dinheiro do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES). Em maio do ano passado, o o governo do Distrito Federal chegou a anunciar a retomada do serviço. Com a autorização do empréstimo, o executivo terá R$ 146 milhões em caixa, o que representa 74% da verba necessária para a conclusão da obra. O restante deve ser arrecadado até 2018.

De acordo com o diretor do DER, Henrique Luduvice, "as obras já estão projetadas, licitadas e contratadas". "Temos toda a condição de iniciá-las de imediato após a aprovação da reforma orçamentária que permitirá ao GDF fazer a contrapartida com relação aos recursos colocados à disposição pelo BNDES", disse.

Pelo esboço da obra, a previsão é de que áreas da região Norte do DF, como Sobradinho e Planaltina, sejam beneficiadas. O pacote do DER também prevê a reforma da Ponte do Bragueto.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247