Contra a quarentena, Bolsonaro volta a fazer propaganda da cloroquina

Embora os resultados não estejam comprovados cientificamente, ele foi às redes para oferecer sua solução milagrosa, com o objetivo de acabar com o isolamento social

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Jair Bolsonaro voltou às redes sociais nesta madrugada para mais uma vez atacar o isolamento social no Brasil. No facebook, ele divulgou um estudo sobre os supostos benefícios da cloroquina, que, como dizem os médicos e a comunidade científica, não pode ser oferecida  como um santo remédio para o tratamento do coronavírus. Abaixo, o post de Bolsonaro:

- Segundo o CEO Fernando Parrillo, a Prevent Senior reduziu de 14 para 7 dias, o tempo de uso de respiradores e divulgou hoje, às 1:40 da manhã, o complemento de um levantamento clínico feito:

- De um grupo de 636 pacientes acompanhados pelos médicos, 224 NÃO fizeram uso da HIDROXICLOROQUINA. Destes, 12 foram hospitalizados e 5 faleceram.

- Já dos 412 que optaram pelo medicamento, somente 8 foram internados e, além de não serem entubados, o número de óbitos foi ZERO.

O estudo completo será publicado em breve!

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247