Cristovam: 'espero da Justiça uma decisão compreensível pela população'

Senador Cristovam Buarque (PPS-DF), que apoiou o golpe parlamentar de 2016, disse esperar que o julgamento do ex-presidente Lula nesta quarta-feira (24) tenha uma decisão compreensível para a população; "Espero da Justiça que ela cumpra o seu fim, fazer Justiça. Não vou me aventurar a fazer prognósticos nem a prever resultados. Tudo que aguardo dos desembargadores do TRF-4 é que a população consiga compreender as razões de sua decisão em relação ao ex-presidente Lula", disse

Senador Cristovam Buarque (PDT-DF) concede entrevista. Foto: Ana Volpe/Agência Senado
Senador Cristovam Buarque (PDT-DF) concede entrevista. Foto: Ana Volpe/Agência Senado (Foto: Paulo Emílio)

Sputnik - O senador Cristovam Buarque (PPS-DF), ex-ministro da Educação do ex-presidente Lula nos anos 2003-2004, disse à Sputnik que espera que o julgamento desta quarta-feira (24) tenha uma decisão compreensível para a população.

"Espero que os desembargadores do Tribunal Regional Federal da Quarta Região decidam de uma forma que a população possa compreender as suas razões. Eu espero da Justiça que ela cumpra o seu fim, fazer Justiça. Não vou me aventurar a fazer prognósticos nem a prever resultados. Tudo que aguardo dos desembargadores do TRF-4 é que a população consiga compreender as razões de sua decisão em relação ao ex-presidente Lula", disse o senador.

Recentemente, o senador comunicou ao seu partido (PPS) que pretende concorrer à Presidência da República pela legenda. Cristovam Buarque disse ainda que espera pela decisão da direção nacional do partido.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, favorito nas eleições presidenciais de 2018, pode ser preso e se tornar inelegível após julgamento em segunda instância do caso do triplex no Guarujá. Lula é acusado de ter recebido o imóvel de alto padrão como propina em um esquema de corrupção orquestrado pela construtora OAS. Ele já foi condenado em primeira instância pelo juiz Sérgio Moro e aguarda a decisão dos três desembargadores do Tribunal Federal da 4ª Região.

Conheça a TV 247

Mais de Brasília

Ao vivo na TV 247 Youtube 247