Cunha está na 'conta dos tucanos', diz líder do PT

Deputado Sibá Machado (AC) afirmou que não há nenhuma orientação do governo para salvar o mandato do presidente da Câmara; "Essa conta é dos tucanos. Eles é que têm que pagar. Não venham colocar problemas sob nossa responsabilidade", afirmou; vice-líder do governo, Paulo Teixeira (PT-SP), reiterou que os três petistas titulares do Conselho de Ética estarão presentes na sessão desta terça-feira, 24, quando deverá ser lido o relatório prévio do deputado Fausto Pinato (PRB-SP); "A postura do governo é de não se envolver"

Deputado Sibá Machado (AC) afirmou que não há nenhuma orientação do governo para salvar o mandato do presidente da Câmara; "Essa conta é dos tucanos. Eles é que têm que pagar. Não venham colocar problemas sob nossa responsabilidade", afirmou; vice-líder do governo, Paulo Teixeira (PT-SP), reiterou que os três petistas titulares do Conselho de Ética estarão presentes na sessão desta terça-feira, 24, quando deverá ser lido o relatório prévio do deputado Fausto Pinato (PRB-SP); "A postura do governo é de não se envolver"
Deputado Sibá Machado (AC) afirmou que não há nenhuma orientação do governo para salvar o mandato do presidente da Câmara; "Essa conta é dos tucanos. Eles é que têm que pagar. Não venham colocar problemas sob nossa responsabilidade", afirmou; vice-líder do governo, Paulo Teixeira (PT-SP), reiterou que os três petistas titulares do Conselho de Ética estarão presentes na sessão desta terça-feira, 24, quando deverá ser lido o relatório prévio do deputado Fausto Pinato (PRB-SP); "A postura do governo é de não se envolver" (Foto: Aquiles Lins)

Brasília 247 - O líder do PT na Câmara, deputado Sibá Machado (AC), afirmou nesta segunda-feira, 23, que não há nenhuma orientação do governo para tentar salvar o mandato do presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), no julgamento da representação contra ele no Conselho de Ética. Segundo Sibá, a responsabilidade sobre Eduardo Cunha deve ser de partidos da oposição que o apoiaram, como o PSDB.

"Essa conta é dos tucanos. Eles é que têm que pagar. Não venham colocar problemas sob nossa responsabilidade. Não estamos aqui para alimentar firula política, como é o caso do impeachment", afirmou. O líder do PT classificou a posição do PSDB como "dúbia", uma vez que os oposicionistas sempre se beneficiaram da aliança informal com Cunha. 

O vice-líder do governo na Casa, deputado Paulo Teixeira (PT-SP), reiterou que os três petistas titulares do Conselho de Ética estarão presentes na sessão desta terça-feira, 24, quando deverá ser lido o relatório prévio do deputado Fausto Pinato (PRB-SP). Negando pacto para preservar Cunha, Teixeira disse que o PT agirá com independência no Conselho de Ética. "O Palácio vai ficar distante desse debate. A postura do governo é de não se envolver", reforçou.

Ele disse ser contrário à judicialização do caso, como propõem alguns partidos de oposição. "O Parlamento vai resolver a questão. Sou pela solução Congresso Nacional", afirmou. Na semana passada, o PPS anunciou que entrará com um mandado de segurança no Supremo para afastar Cunha da presidência da Casa. A Rede Sustentabilidade também anunciou que irá à Procuradoria-Geral da República, para que seja solicitado ao Supremo Tribunal Federal o afastamento de Cunha.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247