Cunha já admite renunciar à presidência da Câmara

Em acordo que teria sido acertado em reunião com o presidente interino, Michel Temer, no último domingo (26), no Palácio do Jaburu, o deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) avisou a aliados que renuncia ao cargo de presidente da Câmara se partidos como o PSDB e o DEM apoiarem um nome chancelado por ele para sua sucessão no comando da Casa; Temer se mobilizou pessoalmente para articular a demanda de Cunha e destacou alguns de seus principais ministros para a tarefa; ele tratou do assunto com o presidente do PSDB, Aécio Neves; na análise do Planalto, o deputado Rogério Rosso (PSD-DF) tem o melhor perfil para o cargo 

Em acordo que teria sido acertado em reunião com o presidente interino, Michel Temer, no último domingo (26), no Palácio do Jaburu, o deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) avisou a aliados que renuncia ao cargo de presidente da Câmara se partidos como o PSDB e o DEM apoiarem um nome chancelado por ele para sua sucessão no comando da Casa; Temer se mobilizou pessoalmente para articular a demanda de Cunha e destacou alguns de seus principais ministros para a tarefa; ele tratou do assunto com o presidente do PSDB, Aécio Neves; na análise do Planalto, o deputado Rogério Rosso (PSD-DF) tem o melhor perfil para o cargo 
Em acordo que teria sido acertado em reunião com o presidente interino, Michel Temer, no último domingo (26), no Palácio do Jaburu, o deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) avisou a aliados que renuncia ao cargo de presidente da Câmara se partidos como o PSDB e o DEM apoiarem um nome chancelado por ele para sua sucessão no comando da Casa; Temer se mobilizou pessoalmente para articular a demanda de Cunha e destacou alguns de seus principais ministros para a tarefa; ele tratou do assunto com o presidente do PSDB, Aécio Neves; na análise do Planalto, o deputado Rogério Rosso (PSD-DF) tem o melhor perfil para o cargo  (Foto: Roberta Namour)

247 – Em acordo com o Planalto, o deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) avisou a aliados que renuncia ao cargo de presidente da Câmara se partidos como o PSDB e o DEM apoiarem um nome chancelado por ele para sua sucessão no comando da Casa.

As tratativas do acordo teriam sido acertadas em reunião com o presidente interino, Michel Temer, no último domingo (26), no Palácio do Jaburu.

Temer se mobilizou pessoalmente para articular a demanda de Cunha e destacou alguns de seus principais ministros para a tarefa. Ele tratou do assunto com o presidente do PSDB, Aécio Neves. Na análise do Planalto, o deputado Rogério Rosso (PSD-DF) tem o melhor perfil para o cargo (leia aqui).

Conheça a TV 247

Mais de Brasília

Ao vivo na TV 247 Youtube 247