Da cadeia, Delúbio deseja "liberdade para o povo"

Em curta mensagem, o ex-tesoureiro do PT, condenado na Ação Penal 470, Delúbio Soares, que cumpre em regime fechado pena de semiaberto, deseja "aos amigos da trincheira de luta pela liberdade que estão lutando por um Brasil melhor e solidário", que "2014 seja ano próspero e de liberdade para o povo brasileiro"; ele foi condenado a seis anos e oito meses, pena para semiaberto, e teve direito a novo julgamento de parte das condenações graças aos embargos infringentes; no entanto, está desde 16 de dezembro em regime fechado

Em curta mensagem, o ex-tesoureiro do PT, condenado na Ação Penal 470, Delúbio Soares, que cumpre em regime fechado pena de semiaberto, deseja "aos amigos da trincheira de luta pela liberdade que estão lutando por um Brasil melhor e solidário", que "2014 seja ano próspero e de liberdade para o povo brasileiro"; ele foi condenado a seis anos e oito meses, pena para semiaberto, e teve direito a novo julgamento de parte das condenações graças aos embargos infringentes; no entanto, está desde 16 de dezembro em regime fechado
Em curta mensagem, o ex-tesoureiro do PT, condenado na Ação Penal 470, Delúbio Soares, que cumpre em regime fechado pena de semiaberto, deseja "aos amigos da trincheira de luta pela liberdade que estão lutando por um Brasil melhor e solidário", que "2014 seja ano próspero e de liberdade para o povo brasileiro"; ele foi condenado a seis anos e oito meses, pena para semiaberto, e teve direito a novo julgamento de parte das condenações graças aos embargos infringentes; no entanto, está desde 16 de dezembro em regime fechado (Foto: Valter Lima)

247 - O ex-tesoureiro do PT, Delúbio Soares, condenado na Ação Penal 470, o mensalão, enviou, da cadeia, um mensagem de ano para seus companheiros, que ele denominou como "os amigos da trincheira de luta pela liberdade que estão lutando por um Brasil melhor e solidário". No texto, escrito em um pequeno papel (como pode ser visto na imagem abaixo), o petista deseja que "2014 seja ano próspero e de liberdade para o povo brasileiro".

Preso desde 16 de novembro do ano passado, Delúbio foi condenado a oito anos e 11 meses de prisão mais multa de R$ 325 mil por corrupção ativa e formação de quadrilha. Ele recorreu, no entanto, com embargos infringentes contra o crime de formação de quadrilha. Como o recurso só será analisado em 2014, a pena prevista inicialmente é de seis anos e oito meses a ser cumprida em regime semiaberto. Ele, inclusive, já recebeu proposta para trabalhar na Central Única dos Trabalhadores e também em uma organização não-governamental. No entanto, desde o início, ele cumpre pena em regime fechado e as propostas de emprego não foram avaliadas pelo presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Joaquim Barbosa.

Abaixo o texto da mensagem na íntegra:

Aos amigos da trincheira de luta pela liberdade que estão lutando por um Brasil melhor e solidário, desejo que 2014 seja ano próspero e de liberdade para o povo brasileiro

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247