DF vacina 82% do público alvo contra gripe

Meta era atingir 80%; imunização segue até a próxima sexta-feira. Dose protege contra três tipos da doença: H1N1, H3N2 e influenza. Em 2013, o DF notificou 282 casos de síndrome respiratória aguda grave. Desses, 32 foram positivos para H1N1, seis para Influenza B e 11 para outros vírus respiratórios, incluindo Influenza A H3, Influenza B e VSR. Além disso, foram sete mortes ao longo do ano

Meta era atingir 80%; imunização segue até a próxima sexta-feira. Dose protege contra três tipos da doença: H1N1, H3N2 e influenza. Em 2013, o DF notificou 282 casos de síndrome respiratória aguda grave. Desses, 32 foram positivos para H1N1, seis para Influenza B e 11 para outros vírus respiratórios, incluindo Influenza A H3, Influenza B e VSR. Além disso, foram sete mortes ao longo do ano
Meta era atingir 80%; imunização segue até a próxima sexta-feira. Dose protege contra três tipos da doença: H1N1, H3N2 e influenza. Em 2013, o DF notificou 282 casos de síndrome respiratória aguda grave. Desses, 32 foram positivos para H1N1, seis para Influenza B e 11 para outros vírus respiratórios, incluindo Influenza A H3, Influenza B e VSR. Além disso, foram sete mortes ao longo do ano (Foto: Leonardo Araújo)

Brasília 247 - Dados da Secretaria de Saúde apontam que 465 mil pessoas foram vacinadas contra gripe no Distrito Federal entre os dias 23 de abril e 23 de maio. O número representa 82% da meta, superando a meta dos 80%. Com a prorrogação, a campanha segue na capital do país até a próxima sexta-feira (6).

A proposta é voltada para crianças entre 6 meses e 5 anos, gestantes, idosos, presidiários, pessoas com doenças crônicas, trabalhadores de saúde e indígenas. A vacina protege contra três subtipos do vírus da gripe: H1N1, H3N2 e influenza B. Interessados podem procurar as 108 salas de imunização, que ficam abertas todos os dias úteis, entre 8h e 11h30 e entre 13h30 e 17h. Não há previsão de estender a campanha.

Em 2013, o DF notificou 282 casos de síndrome respiratória aguda grave. Desses, 32 foram positivos para H1N1, seis para Influenza B e 11 para outros vírus respiratórios, incluindo Influenza A H3, Influenza B e VSR. O período de abril a julho foi o que concentrou maior número de casos confirmados. Além disso, foram sete mortes ao longo do ano.

Prorrogação
Prevista para durar entre 23 de abril e 8 de maio, a campanha de vacinação contra gripe no DF precisou ser prorrogada depois de atingir apenas 35,6% do público-alvo. A meta de 80% também não havia sido atingida no restante do país e, por isso, o Ministério da Saúde prorrogou a imunização por período indeterminado, até que o índice seja alcançado.

Conheça a TV 247

Mais de Brasília

Ao vivo na TV 247 Youtube 247