Do PSOL, Erundina oficializa candidatura à presidência da Câmara

A parlamentar, de 86 anos, é a única mulher na disputa pelo comando da Casa. O partido possui 10 deputados

(Foto: LUCIO BERNARDO JR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Marcelo Montanini, Metrópoles - A deputada federal Luiza Erundina (PSol-SP) oficializou, nesta segunda-feira (18/1), a candidatura à presidência da Câmara dos Deputados. A bancada do partido possui 10 deputados e a postulação tem o objetivo de demarcar território. Ela é a única mulher candidata na disputa.

A parlamentar defendeu uma gestão da Câmara mais aberta à sociedade e a serviço dos direitos humanos, da cidadania, contrária à violência contra as mulheres e à pobreza. “O combate à desigualdade, seja de raça, credo ou gênero. Essa deve ser uma prioridade de qualquer gestão do PSol no Executivo ou no Legislativo e esse será um dos nossos compromissos”, disse.

Erundina também criticou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que, segundo ela, tratou “a vida humana de forma cruel, desumana e irresponsável”. A deputada lembrou também da “tragédia em Manaus”. “É mais cruel que essas pessoas morreram por falta de oxigênio. Na floresta [amazônica] considerada o ‘pulmão do mundo’, essas pessoas morreram de falta de oxigênio”, lamentou.

Leia mais no Metrópoles.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email