EBC rebate AGU de Temer: déficit não condiz com a realidade

 Em nota, a Empresa Brasil de Comunicação (EBC) negou que haja déficit como foi dito pela Advocacia-Geral da União em recurso apresentado ao Supremo Tribunal Federal; "O déficit citado no recurso, de R$ 94,8 milhões, não corresponde à realidade, tratando-se meramente de estimativa caso medidas de contenção de custos não tivessem sido tomadas já desde o começo do corrente ano", afirmou

 Em nota, a Empresa Brasil de Comunicação (EBC) negou que haja déficit como foi dito pela Advocacia-Geral da União em recurso apresentado ao Supremo Tribunal Federal; "O déficit citado no recurso, de R$ 94,8 milhões, não corresponde à realidade, tratando-se meramente de estimativa caso medidas de contenção de custos não tivessem sido tomadas já desde o começo do corrente ano", afirmou
 Em nota, a Empresa Brasil de Comunicação (EBC) negou que haja déficit como foi dito pela Advocacia-Geral da União em recurso apresentado ao Supremo Tribunal Federal; "O déficit citado no recurso, de R$ 94,8 milhões, não corresponde à realidade, tratando-se meramente de estimativa caso medidas de contenção de custos não tivessem sido tomadas já desde o começo do corrente ano", afirmou (Foto: Valter Lima)

247 - Em nota, a Empresa Brasil de Comunicação (EBC) negou que haja déficit como foi dito pela Advocacia-Geral da União em recurso apresentado ao Supremo Tribunal Federal.

"O déficit citado no recurso, de R$ 94,8 milhões, não corresponde à realidade, tratando-se meramente de estimativa caso medidas de contenção de custos não tivessem sido tomadas já desde o começo do corrente ano", afirmou.

A nota abaixo:

Quanto ao recurso da Advocacia-Geral da União (AGU) encaminhado ao Supremo Tribunal Federal (STF), em relação ao mandato do diretor-presidente Ricardo Melo à frente da EBC, trata-se de rito processual que não cabe ao diretor-presidente comentar.

No entanto, cumpre-nos esclarecer que o déficit citado no recurso, de R$ 94,8 milhões, não corresponde à realidade, tratando-se meramente de estimativa caso medidas de contenção de custos não tivessem sido tomadas já desde o começo do corrente ano.

Importante citar ainda que Lei 11.652/2008, de criação da EBC, estabeleceu a Contribuição para o Fomento da Radiodifusão Pública (CFRP). Desde então, há quase 2 bilhões depositados em juízo pelas operadoras de telefonia. Além disso, R$ 783,5 milhões estão contingenciados pelo Governo Federal neste fundo.

Coordenação de Comunicação Institucional
Empresa Brasil de Comunicação (EBC)

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247