Em crise com PSL, Frota é o único deputado a se abster na votação da reforma da Previdência

Em crise com o PSL, o deputado Alexandre Frota (SP) não votou a favor da reforma da Previdência em segundo turno. A proposta foi aprovada por 370 votos a favor, 124 contra e uma abstenção. O único deputado presente que marcou "abstenção" foi Frota, que tem desferido duras críticas ao presidente Jair Bolsonaro

Dep. Alexandre Frota
Dep. Alexandre Frota (Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados)

247 - Em crise com o PSL, o deputado federal Alexandre Frota (SP) não votou a favor da reforma da Previdência em segundo turno. A proposta foi aprovada na madrugada desta quarta-feira (7) por 370 votos a favor, 124 contra e uma abstenção. O único deputado presente que marcou "abstenção" foi Frota, que tem desferido duras críticas ao presidente Jair Bolsonaro.

A favor da reforma, o parlamentar chegou a ser o coordenador do PSL na comissão especial que analisou a Previdência. Ele organizou grupo nas redes sociais com técnicos do Ministério da Economia e deputados para tirar dúvidas e esclarecer pontos do texto.

O parlamentar está ameaçado de expulsão do PSL por causa de um pedido que a correligionária Carla Zambelli (SP) quer apresentar ao partido. A congressista argumebta que Frota tem demonstrado estar cada vez mais alinhado ao PSDB.

Em junho, por exemplo, Frota destacou ter "muitas divergências" com Bolsonaro. "Eu gosto muito dele, mas tenho me decepcionado demais com ele", disse o parlamentar ao site Uol.


Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247