Empoderamento das Forças Armadas ‘preocupa’, diz Ayres Britto

O ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Carlos Ayres Britto, diz que, em parte, há um empoderamento das Forças Armadas que “preocupa”, principalmente, após a intervenção no Rio de Janeiro, mas fez questão de ressaltar que, até aqui, os militares têm cumprido a Constituição; para ele, o Brasil tem a “melhor Constituição do mundo”, mas lamenta o fato de não ser aplicada devidamente; Ayres Britto sugere, ainda, uma lei para regulamentar o auxílio-moradia dos magistrados e defende que o próximo presidente da República tenha um “perfil constitucionalista"

O ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Carlos Ayres Britto, diz que, em parte, há um empoderamento das Forças Armadas que “preocupa”, principalmente, após a intervenção no Rio de Janeiro, mas fez questão de ressaltar que, até aqui, os militares têm cumprido a Constituição; para ele, o Brasil tem a “melhor Constituição do mundo”, mas lamenta o fato de não ser aplicada devidamente; Ayres Britto sugere, ainda, uma lei para regulamentar o auxílio-moradia dos magistrados e defende que o próximo presidente da República tenha um “perfil constitucionalista"
O ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Carlos Ayres Britto, diz que, em parte, há um empoderamento das Forças Armadas que “preocupa”, principalmente, após a intervenção no Rio de Janeiro, mas fez questão de ressaltar que, até aqui, os militares têm cumprido a Constituição; para ele, o Brasil tem a “melhor Constituição do mundo”, mas lamenta o fato de não ser aplicada devidamente; Ayres Britto sugere, ainda, uma lei para regulamentar o auxílio-moradia dos magistrados e defende que o próximo presidente da República tenha um “perfil constitucionalista" (Foto: Voney Malta)

Brasília 247 – O ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Carlos Ayres Britto, afirmou que o Brasil tem a “melhor Constituição do mundo”, mas lamentou o fato de não ser aplicada devidamente, por isso o avanço “lento e tímido” da democracia do nosso país.

Para ele, “Precisamos vitalizar de forma mais decida a Constituição, como um todo. É esse compromisso com a Constituição que tem faltado. Ela qualifica objetivamente a vida humanisticamente. É por si só o mais solene atestado de que o povo do Brasil é primeiro mundista juridicamente. É a melhor Constituição do mundo, do ponto de vista dos princípios que consagra. Nós só temos sido primeiramente mundista juridicamente em tese, normativamente, não factualmente”.

Ayres Britto defendeu, em entrevista exclusiva ao jornalista Osvaldo Lyra, no Tribuna da Bahia (leia aqui), uma lei nacional para regulamentar o auxílio-moradia para o Poder Judiciário, defendeu que o próximo presidente da República tenha um “perfil constitucionalista”.

Também disse que, em parte, há um empoderamento das Forças Armadas que “preocupa”, principalmente, após a intervenção no Rio de Janeiro. Fez questão de ressaltar, porém, que, até aqui, os militares têm cumprido a Constituição.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247