Erika repudia hashtag pró-armas: reflete o nível doentio dos bolsonaristas

A deputada federal Erika Kokay (PT-DF) repudiou a criação da hashtad #ArmasPelaVida no Twitter, como uma forma de apoio ao decreto que facilitado a posse e o porte de armas editado pelo presidente Jair Bolsonaro. "A inversão completa dos valores, o nível doentio dos bolsonaristas está expresso na tag #ArmasPelaVida. Armas foram criadas para matar, ferir, violentar. Armas e vida não combinam. Mais armas menos vida. Arma = morte!", disse

247 - A deputada federal Erika Kokay (PT-DF) repudiou a criação da hashtad #ArmasPelaVida no Twitter, como uma forma de apoio ao decreto que facilitado a posse e o porte de armas editado pelo presidente Jair Bolsonaro. 

"A inversão completa dos valores, o nível doentio dos bolsonaristas está expresso na tag #ArmasPelaVida. Armas foram criadas para matar, ferir, violentar. Armas e vida não combinam. Mais armas menos vida. Arma = morte!", disse a parlamentar no Twitter.

O Senado pode impor nesta terça-feira (18) uma das maiores derrotas ao governo Bolsonaro, derrubando o decreto. 

Pesquisa Ibope divulgada no começo deste mês apontou que 73% dos entrevistados são contrários à flexibilização de porte para cidadãos comuns e somente 26% são favoráveis. Durante a tramitação na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça), os senadores pró-flexibilização das armas foram derrotados duas vezes (veja aqui).

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247