'Eu cumpri o meu dever', diz Marco Aurélio sobre segunda instância

O ministro do Supremo Tribunal Federal Marco Aurélio Mello comunicou à presidente da corte, ministra Cármen Lúcia, que os dois pedidos de medida cautelar do PEN e do PC do B, que visam barrar a possibilidade de prisão em segunda instância, estão prontos; Marco Aurélio tem frisado repetidamente que "cumpriu o seu dever"; Lúcia resiste em pautar as ações e é ela quem dá a palavra final sobre essa pauta

Marco Aurélio Mello
Marco Aurélio Mello (Foto: Gustavo Conde)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro do Supremo Tribunal Federal Marco Aurélio Mello comunicou à presidente da corte, ministra Cármen Lúcia, que os dois pedidos de medida cautelar do PEN e do PC do B, que visam barrar a possibilidade de prisão em segunda instância, estão prontos. Marco Aurélio tem frisado repetidamente que "cumpriu o seu dever". Lúcia resiste em pautar as ações e é ela quem dá a palavra final sobre essa pauta.

"O PCdoB entrou com a ação no Supremo depois que o PEN decidiu recuar da ação, diante da possibilidade de abrir caminho para beneficiar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), preso na superintendência da Polícia Federal em Curitiba após ser condenado pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4)."

Leia mais aqui.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email