Eunício a Temer: ‘daqui ninguém me tira’

O senador Eunício Oliveira (MDB) reagiu com virulência ao recado de Michel Temer que ontem convidou a se retirar do partido quem se recusar a apoiar a candidatura do ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles ao Palácio do Planalto; Eunício disse: ‘não vou sair e ninguém me tira'

Brasília - Entrevista coletiva com o presidente do Senado, Eunício Oliveira, que fala sobre a medida provisória da reforma trabalhista (Valter Campanato/Agência Brasil)
Brasília - Entrevista coletiva com o presidente do Senado, Eunício Oliveira, que fala sobre a medida provisória da reforma trabalhista (Valter Campanato/Agência Brasil) (Foto: Gustavo Conde)

247 – O senador Eunício Oliveira (MDB) reagiu com virulência ao recado de Michel Temer que ontem convidou a se retirar do partido quem se recusar a apoiar a candidatura do ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles ao Palácio do Planalto. Eunício disse: ‘não vou sair e ninguém me tira’.

Eunício critica Meirelles: 'nunca comi uma colher de sal com ele' e Pedro Parente: 'entre parentes e consumidores, fico com os consumidores'.

“Filiado há 45 anos no MDB, Eunício avisa, em entrevista ao Estado, que não vai seguir a recomendação. “Não vou sair e ninguém me tira.” Eunício também criticou a política de preço dos combustíveis implantada pelo presidente da Petrobrás, Pedro Parente. “Entre os ‘Parentes’ e os consumidores eu vou ficar com os consumidores”, afirma.

(...)

Eu vou ficar no MDB e vou tomar a minha própria decisão em relação a coligações estaduais e à Presidência da República. Não vou sair e ninguém me tira. Tenho 45 anos de partido e uma única filiação. Nasci no MDB, numa família de emedebistas.

Leia mais aqui.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247