Ex-relator de Cunha diz que recebeu oferta de propina

Deputado federal Fausto Pinato (PRB-SP) afirmou ter recebido, em três oportunidades, oferta de propina relacionada ao seu parecer do processo de cassação de Eduardo Cunha (PMDB-RJ); disse também que deputados do “exército camuflado” de Cunha o ‘aconselharam’ a não se queimar: 'Vai devagar, pensa bem, não é tudo que a mídia fala que é verdade, tem que tomar cuidado, tem que pensar aqui dentro da Casa'

Deputado federal Fausto Pinato (PRB-SP) afirmou ter recebido, em três oportunidades, oferta de propina relacionada ao seu parecer do processo de cassação de Eduardo Cunha (PMDB-RJ); disse também que deputados do “exército camuflado” de Cunha o ‘aconselharam’ a não se queimar: 'Vai devagar, pensa bem, não é tudo que a mídia fala que é verdade, tem que tomar cuidado, tem que pensar aqui dentro da Casa'
Deputado federal Fausto Pinato (PRB-SP) afirmou ter recebido, em três oportunidades, oferta de propina relacionada ao seu parecer do processo de cassação de Eduardo Cunha (PMDB-RJ); disse também que deputados do “exército camuflado” de Cunha o ‘aconselharam’ a não se queimar: 'Vai devagar, pensa bem, não é tudo que a mídia fala que é verdade, tem que tomar cuidado, tem que pensar aqui dentro da Casa' (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Após ser destituído da relatoria do processo de cassação de Eduardo Cunha (PMDB-RJ), o deputado federal Fausto Pinato (PRB-SP) afirmou ter recebido, em três oportunidades, oferta de propina relacionada ao seu parecer.

Em entrevista à ‘Folha de S. Paulo’, ele disse ter sido abordado no aeroporto por pessoas desconhecidas oferecendo um meio para ‘mudar sua vida’. Depois, foram dois telefonemas.

Disse também que deputados do “exército camuflado” de Cunha o ‘aconselharam’ a não se queimar: 'Vai devagar, pensa bem, não é tudo que a mídia fala que é verdade, tem que tomar cuidado, tem que pensar aqui dentro da Casa' (leia aqui).

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email