Exclusivo: AP 470 não muda voto de 93%, diz pesquisa

Levantamento com 2.220 entrevistas feitas entre os dias 3 e 7 de dezembro em todas as regiões do País aponta que o chamado 'mensalão' não terá influência no voto em 2014; Instituto Paraná Pesquisas apura ainda que a maioria dos brasileiros (57%) não acredita que a conclusão do julgamento pelo STF e as prisões dos condenados contribuirão para uma diminuição efetiva nos casos de corrupção política do Brasil, contra 36% que acham que sim

www.brasil247.com - Levantamento com 2.220 entrevistas feitas entre os dias 3 e 7 de dezembro em todas as regiões do País aponta que o chamado 'mensalão' não terá influência no voto em 2014; Instituto Paraná Pesquisas apura ainda que a maioria dos brasileiros (57%) não acredita que a conclusão do julgamento pelo STF e as prisões dos condenados contribuirão para uma diminuição efetiva nos casos de corrupção política do Brasil, contra 36% que acham que sim
Levantamento com 2.220 entrevistas feitas entre os dias 3 e 7 de dezembro em todas as regiões do País aponta que o chamado 'mensalão' não terá influência no voto em 2014; Instituto Paraná Pesquisas apura ainda que a maioria dos brasileiros (57%) não acredita que a conclusão do julgamento pelo STF e as prisões dos condenados contribuirão para uma diminuição efetiva nos casos de corrupção política do Brasil, contra 36% que acham que sim (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 – O resultado do julgamento do chamado 'mensalão' não influenciará o voto da grande maioria do eleitorado em 2014. É o que revela uma mostra do Instituto Paraná Pesquisas realizada em dezembro e publicada com exclusividade pelo 247. Depois das prisões, 93% dos entrevistados responderam que não mudaram sua intenção de voto para o próximo pleito, enquanto apenas 6,5% se disseram influenciados.

De acordo com o levantamento, feito entre os dias 3 e 7 a partir de pesquisas com 2.250 brasileiros em todas as regiões do País, 57% não vê influência das prisões em eventuais próximos casos de corrupção contra 36% que acreditam que sim, o julgamento do chamado 'mensalão' e a ida para cadeia de nomes emblemáticos como José Dirceu, José Genoino, Marcos Valério e Valdemar Costa Neto podem inibir novos escândalos.

O sentimento de Justiça também não foi comum em toda a população brasileira que viu os condenados indo para a cadeia nas últimas semanas. Dos entrevistados, 20% responderam que passaram a acreditar menos na Justiça depois da conclusão do julgamento. Em resposta sobre o mesmo assunto, 38% disseram que passaram a acreditar mais e 39% continuam acreditando no poder judiciário da mesma forma.

PUBLICIDADE

Confira abaixo o resultado das três perguntas da pesquisa:

PUBLICIDADE



PUBLICIDADE


O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email