Fachin deve abrir nos próximos dias delações da Odebrecht

Redações dos veículos de comunicação de Brasília foram avisadas pela assessoria de imprensa do Supremo Tribunal Federal no final da tarde desta quinta-feira para levarem um HD externo de 1 Tera até às 20h ao prédio da corte; o ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no STF, levantará, a qualquer momento, o sigilo das delações da Odebrecht; divulgação das delações, envolvendo políticos de todos os partidos, principalmente do PMDB e do PSDB, além de Michel Temer, comprometerá de uma vez por todas e pode derrubar o atual governo

Redações dos veículos de comunicação de Brasília foram avisadas pela assessoria de imprensa do Supremo Tribunal Federal no final da tarde desta quinta-feira para levarem um HD externo de 1 Tera até às 20h ao prédio da corte; o ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no STF, levantará, a qualquer momento, o sigilo das delações da Odebrecht; divulgação das delações, envolvendo políticos de todos os partidos, principalmente do PMDB e do PSDB, além de Michel Temer, comprometerá de uma vez por todas e pode derrubar o atual governo
Redações dos veículos de comunicação de Brasília foram avisadas pela assessoria de imprensa do Supremo Tribunal Federal no final da tarde desta quinta-feira para levarem um HD externo de 1 Tera até às 20h ao prédio da corte; o ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no STF, levantará, a qualquer momento, o sigilo das delações da Odebrecht; divulgação das delações, envolvendo políticos de todos os partidos, principalmente do PMDB e do PSDB, além de Michel Temer, comprometerá de uma vez por todas e pode derrubar o atual governo (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Informação divulgada pela DGBB Assessoria de Imprensa, que fica em Brasília, dá conta de que redações dos veículos de comunicação da capital federal foram avisadas pela assessoria de imprensa do Supremo Tribunal Federal no final da tarde desta quinta-feira 9 para levarem um HD externo de 1 Tera até às 20h ao prédio da corte.

O motivo: o ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no STF, levantará, a qualquer momento, o sigilo das delações da Odebrecht.

A divulgação das mais de 70 delações premiadas de ex-executivos no âmbito da Lava Jato, envolvendo políticos de todos os partidos, principalmente do PMDB e do PSDB, além de Michel Temer, comprometerá de uma vez por todas e pode até mesmo derrubar o atual governo.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email