Fevereiro registra chuvas acima da média no DF, em grave crise hídrica

Até esta segunda-feira (27), as chuvas no Distrito Federal em fevereiro superaram a média histórica e foram mais do que o dobro na comparação com o mesmo mês de 2016; choveu 257 mm em fevereiro deste ano - a média história é de 217 mm; DF passa por grave crise hídrica, o que obrigou o governo a fazer racionamento; o nível dos reservatórios deveria estar acima dos 60% de capacidade, mas de com a medição da Adasa, ontem (26), o reservatório de Santa Maria estava com 45,65% da sua capacidade, e a Barragem do Rio Descoberto, com 39,22%

Chuva forte no final da tarde desta terça-feira (25) em Brasília, causou transtornos e complicou o transito nas ruas da cidade (Wilson Dias/Agência Brasil)
Chuva forte no final da tarde desta terça-feira (25) em Brasília, causou transtornos e complicou o transito nas ruas da cidade (Wilson Dias/Agência Brasil) (Foto: Leonardo Lucena)

247, com Agência Brasil - Até esta segunda-feira (27), as chuvas no Distrito Federal em fevereiro superaram a média histórica e foram mais do que o dobro na comparação com o mesmo mês de 2016. Choveu 257 mm em fevereiro deste ano - a média história é de 217 mm. No ano passado, foram registrados 84,2 mm de chuvas no mesmo mês, de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

No mês passado, choveu 145 mm, 100 mm a menos do que a média, de 247 mm. No mesmo período de 2016, foram registrados 398 mm de chuvas.

Segundo o Inmet, o mês de março deve continuar com chuvas, mas não é possível prever se o mês terá índices maiores do que as médias históricas. 

O Distrito Federal passa por uma grave crise hídrica, que obrigou o governo a fazer racionamento de água. A medida é resultado da limitação na captação de água dos sistemas Descoberto e Santa Maria-Torto, determinada na última semana pela Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do DF (Adasa). O baixo nível dos reservatórios, que deveriam estar acima dos 60% de capacidade, justifica a decisão; esse volume mínimo é necessário para não comprometer o abastecimento nos períodos de seca.

De acordo com a medição da Adasa, ontem (26), o reservatório de Santa Maria estava com 45,65% da sua capacidade, e a Barragem do Rio Descoberto, com 39,22%. Segundo o governo do Distrito Federal, o racionamento permanecerá em vigor até que haja segurança hídrica na região.

Reservatórios

Santa Maria é responsável pelo fornecimento de água de 24% da população de Brasília, incluindo o Plano Piloto, região central da cidade, onde estão os prédios da administração pública federal. As localidades abastecidas pelo sistema já estavam com a pressão reduzida desde o dia 30 de janeiro.

As regiões abastecidas pelo sistema do Descoberto estão em racionamento desde o dia 16 de janeiro. O reservatório é responsável por 65% da produção total de água do DF e chega a cerca de 1,8 milhão de pessoas.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247