Flagrado com dinheiro na cueca, senador Chico Rodrigues retorna ao cargo e alega inocência em carta a colegas

O parlamentar voltou a dizer que usaria os R$ 30 mil escondidos em suas partes íntimas para pagar funcionários

Senador Chico Rodrigues
09/08/2019
REUTERS/Adriano Machado
Senador Chico Rodrigues 09/08/2019 REUTERS/Adriano Machado (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O senador Chico Rodrigues (DEM-RR) reassumiu o cargo nesta quinta-feira (18) após quatro meses afastado depois de ter sido flagrado durante operação da Polícia Federal (PF) em outubro do ano passado escondendo cerca de R$ 30 mil na cueca.

Em carta enviada a colegas, o senador prometeu provar sua inocência. Ele ainda alegou não ter tido "o comportamento de equilíbrio mais adequado" e disse ter entrado em "pânico" ao esconder a quantia em suas partes íntimas.

O parlamentar afirmou que o valor seria utilizado para pagar funcionários de sua empresa. Ele negou que tenha desviado verba da área da saúde.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email