Flávio Bolsonaro é hostilizado ao receber 2ª dose de vacina e responde com gestos obscenos (vídeos)

Parlamentar, que foi chamado de “miliciano, “manezão” e “fura-fila”, além de ter sido vaiado, respondeu com gestos obscenos

Senador Flávio Bolsonaro
Senador Flávio Bolsonaro (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) foi alvo de um protesto nesta quinta-feira (14) ao receber a segunda dose da vacina contra a Covid-19 na Unidade Básica de Saúde (UBS) 1, localizada na Asa Sul, região central de Brasília. O parlamentar, que foi chamado de “miliciano, “manezão” e “fura-fila”, além de ter sido vaiado, respondeu com gestos obscenos. 

De acordo com a coluna Grande Angular, do Metrópoles, a médica residente da UBS 01 da Asa Sul Sylvia Telles disse que Flávio “deu dedo” após ela gritar “Fora Bolsonaro” e chamá-lo de “assassino”. “Ele e o ministro Queiroga (ministro da Saúde, Marcelo Queiroga) não pegaram fila e foram para a sala de vacina sem contato com ninguém”, relatou. 

Flávio Bolsonaro foi vacinado com a primeira dose em julho deste ano no Rio de Janeiro.

PUBLICIDADE

Assista ao momento em que Flávio Bolsonaro é vaiado ao chegar ao posto de vacinação. 

 

PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

 

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email