Flordelis apresenta sua defesa à Corregedoria da Câmara

O prazo para a análise da Corregedoria começa na quinta-feira, 17. O departamento tem até 45 dias úteis para finalizar o processo

Deputada Federal Flordelis (PSD-RJ)
Deputada Federal Flordelis (PSD-RJ) (Foto: Claudio Andrade/Câmara dos Deputados)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A deputada federal Flordelis (PSD-RJ), acusada de matar seu próprio marido, o pastor Anderson do Carmos, apresentou nesta quarta-feira, 16, sua defesa à Corregedoria da Câmara dos Deputados sobre o processo disciplinar contra ela que pode levar à cassação do mandato.

O prazo para a análise da Corregedoria começa na quinta-feira, 17. O departamento tem até 45 dias úteis para finalizar o processo. Se o deputado federal e corregedor da Câmara, Paulo Bengtson indicar a continuidade do processo, o caso vai à Mesa Diretora, que deverá encaminhá-lo ao Conselho de Ética.

Flordelis só pode ser cassada por quebra de decoro após decisão favorável do colegiado com posterior confirmação dos demais deputados federais no plenário da Câmara.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247