Frota diz que Cunha é seu “malvado favorito”

Ator Alexandre Frota foi responsável por protocolar na Câmara dos Deputados, nesta quarta-feira 13, o 36º pedido de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff; questionado se não chegou atrasado, respondeu: "Nunca é tarde"; em seu curto discurso, em que criticou o governo, afirmou: "Saibam que nós brasileiros não vamos desistir em acabar com esse governo safado e vagabundo de Dilma. Vou entregar essa peça ao meu malvado favorito, Eduardo Cunha"

Ator Alexandre Frota foi responsável por protocolar na Câmara dos Deputados, nesta quarta-feira 13, o 36º pedido de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff; questionado se não chegou atrasado, respondeu: "Nunca é tarde"; em seu curto discurso, em que criticou o governo, afirmou: "Saibam que nós brasileiros não vamos desistir em acabar com esse governo safado e vagabundo de Dilma. Vou entregar essa peça ao meu malvado favorito, Eduardo Cunha"
Ator Alexandre Frota foi responsável por protocolar na Câmara dos Deputados, nesta quarta-feira 13, o 36º pedido de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff; questionado se não chegou atrasado, respondeu: "Nunca é tarde"; em seu curto discurso, em que criticou o governo, afirmou: "Saibam que nós brasileiros não vamos desistir em acabar com esse governo safado e vagabundo de Dilma. Vou entregar essa peça ao meu malvado favorito, Eduardo Cunha" (Foto: Aline Lima)

247 - O ator Alexandre Frota protocolou nesta quarta-feira 13 na Câmara dos Deputados o 36º pedido de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff.

Questionado pelos jornalistas se não chegou atrasado, uma vez que já será votado um pedido de impeachment pelo plenário da Casa no próximo domingo, ele respondeu: "Nunca é tarde".

Em sua curta fala, Frota disparou contra o governo Dilma e chamou o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), de seu "malvado favorito", em referência à animação da Universal Pictures.

"Saibam que nós brasileiros não vamos desistir em acabar com esse governo safado e vagabundo de Dilma. Vou entregar essa peça ao meu malvado favorito, Eduardo Cunha", disse.

A mesma frase foi dita pelo deputado Marco Feliciano (PSC-SP) nesta quarta, em entrevista à BBC Brasil (leia aqui).

Conheça a TV 247

Mais de Brasília

Ao vivo na TV 247 Youtube 247