GDF impõe multa a ambulantes durante Olimpíada

O governo do Distrito Federal publicou um decreto determinando multa de R$ 2 mil para ambulantes não cadastrados que forem flagrados pela Agefis vendendo perto do Estádio Nacional de Brasília, o Mané Garrincha; a medida também prevê apreendidos de produtos e valendo até o dia 21 de agosto; além da restrição a ambulantes, o texto prevê multa por publicidade irregular; a taxa mais baixa vai para quem usar fantasias ou roupas com propaganda, que terá de pagar no mínimo R$ 500; a multa mais cara, de pelo menos R$ 5 mil, será aplicada por anúncios fixos no chão ou em balões flutuantes

O governo do Distrito Federal publicou um decreto determinando multa de R$ 2 mil para ambulantes não cadastrados que forem flagrados pela Agefis vendendo perto do Estádio Nacional de Brasília, o Mané Garrincha; a medida também prevê apreendidos de produtos e valendo até o dia 21 de agosto; além da restrição a ambulantes, o texto prevê multa por publicidade irregular; a taxa mais baixa vai para quem usar fantasias ou roupas com propaganda, que terá de pagar no mínimo R$ 500; a multa mais cara, de pelo menos R$ 5 mil, será aplicada por anúncios fixos no chão ou em balões flutuantes
O governo do Distrito Federal publicou um decreto determinando multa de R$ 2 mil para ambulantes não cadastrados que forem flagrados pela Agefis vendendo perto do Estádio Nacional de Brasília, o Mané Garrincha; a medida também prevê apreendidos de produtos e valendo até o dia 21 de agosto; além da restrição a ambulantes, o texto prevê multa por publicidade irregular; a taxa mais baixa vai para quem usar fantasias ou roupas com propaganda, que terá de pagar no mínimo R$ 500; a multa mais cara, de pelo menos R$ 5 mil, será aplicada por anúncios fixos no chão ou em balões flutuantes (Foto: Leonardo Lucena)

Brasília 247 - O governo do Distrito Federal publicou um decreto determinando multa de R$ 2 mil para ambulantes não cadastrados que forem flagrados pela Agefis vendendo perto do Estádio Nacional de Brasília, o Mané Garrincha. A medida também prevê apreendidos de produtos e valendo até o dia 21 de agosto.

Além da restrição a ambulantes, o texto prevê multa por publicidade irregular. A taxa mais baixa vai para quem usar fantasias ou roupas com propaganda, que terá de pagar no mínimo R$ 500. A multa mais cara, de pelo menos R$ 5 mil, será aplicada por anúncios fixos no chão ou em balões flutuantes.

Os centros de treinamento disponibilizados aos atletas são o Abadião (Ceilândia), Cave (Guará), Bezerrão (Gama) e o Centro de de Capacitação Física do Corpo de Bombeiros Militar (Setor Policial Sul). A reforma desses espaços está dentro de um custo total estimado em R$ 32 milhões pelo governo do DF para a Olimpíada.

Os trabalhos de segurança no DF integram 44 órgãos. Todos eles estarão voltados para o acompanhamento das delegações, os quatro centros de treinamento, o estádio Mané Garrincha e o hotel onde as equipes ficarão.

No dias dos jogos, não será permitida a entrada de pessoas com bolsas, sacolas, malas, pochetes e mochilas. Oficialmente, o objetivo é evitar formação de filas, mas a medida também faz parte dos cuidados contra uma possível ameaça terrorista. Haverá revista com detector de metais.

No dia em que as Forças Armadas anunciaram que colocariam 4 mil militares à disposição no DF, o governador Rodrigo Rollemberg voltou a dizer que a cidade está preparada para atuar no combate ao terrorismo. "Estamos unidos e preparados para garantir que a Olimpíada, evento que representa a fraternidade universal e a paz entre os povos, ocorra de forma segura", disse.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247