George Marques: Câmara libera intervenção e esvazia combate à violência contra jovens

O jornalista George Marques relata que poucas horas após os deputados aprovarem decreto de intervenção na Segurança Pública do Rio de Janeiro uma comissão que discute desde 2015 um projeto de enfrentamento à violência contra jovens teve mais uma reunião suspensa na terça-feira (20) por falta de quórum; "Era necessária a presença de 14 parlamentares para que a sessão acontecesse. Mas apenas seis compareceram e 11 faltaram"

O jornalista George Marques relata que poucas horas após os deputados aprovarem decreto de intervenção na Segurança Pública do Rio de Janeiro uma comissão que discute desde 2015 um projeto de enfrentamento à violência contra jovens teve mais uma reunião suspensa na terça-feira (20) por falta de quórum; "Era necessária a presença de 14 parlamentares para que a sessão acontecesse. Mas apenas seis compareceram e 11 faltaram"
O jornalista George Marques relata que poucas horas após os deputados aprovarem decreto de intervenção na Segurança Pública do Rio de Janeiro uma comissão que discute desde 2015 um projeto de enfrentamento à violência contra jovens teve mais uma reunião suspensa na terça-feira (20) por falta de quórum; "Era necessária a presença de 14 parlamentares para que a sessão acontecesse. Mas apenas seis compareceram e 11 faltaram" (Foto: Romulo Faro)

247 - O jornalista George Marques relata no Intercept Brasil que poucas horas após os deputados aprovarem decreto de intervenção na Segurança Pública do Rio de Janeiro uma comissão que discute desde 2015 um projeto de enfrentamento à violência contra jovens teve mais uma reunião suspensa na terça-feira (20) por falta de quórum.

"Era necessária a presença de 14 parlamentares para que a sessão acontecesse. Mas apenas seis compareceram e 11 faltaram. Entre os faltosos, apenas um, Celso Jacob (MDB/RJ) também não esteve em plenário durante a madrugada para a votação da intervenção no Rio. Ele está atualmente preso no Complexo Penitenciário da Papuda, acusado de fraude em licitação para a construção de uma creche, em 2002, quando era prefeito de Três Rios (RJ)", relata George Marques.

Leia mais aqui.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247