Governo promete liberar R$ 5,6 bi em emendas, e deputados pedem mais

Na tentativa de iniciar a votação da reforma da Previdência, o governo Jair Bolsonaro impulsionou o envio de recursos às bases eleitorais de deputados federais e ofereceu um lote extra aos congressistas; já foram prometidos ao menos R$ 5,6 bilhões a parlamentares

(Foto: Marcos Corrêa/PR | Câmara dos Deputados)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Na tentativa de iniciar a votação da reforma da Previdência, o governo Jair Bolsonaro impulsionou o envio de recursos às bases eleitorais de deputados federais e ofereceu um lote extra aos congressistas. Já foram prometidos ao menos R$ 5,6 bilhões a parlamentares. A análise do texto só começou às 20h48 desta terça. Enquanto negociações eram feitas, deputados discutiam, no lugar, a regulamentação da vaquejada.

Na campanha eleitoral, Bolsonaro adotou o discurso de que iria cabar com a troca de favores na política, mas o governo dele ofereceu a cada parlamentar fiel um lote extra de R$ 20 milhões de emendas (em um total de mais de R$ 3 bilhões), que é o direcionamento de verbas do Orçamento para o reduto eleitoral dos políticos. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247