“Impeachment conduzido por um bandido é golpe sim senhor”

Durante lançamento do Minha Casa Minha Vida 3, no Palácio do Planalto, o coordenador do MTST, Guilherme Boulos, não poupou críticas ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB); "Dizem que impeachment não é golpe. É verdade, está previsto na Constituição. Mas impeachment sem crime de responsabilidade e conduzido por um bandido na presidência da Câmara é golpe sim senhor", criticou

Durante lançamento do Minha Casa Minha Vida 3, no Palácio do Planalto, o coordenador do MTST, Guilherme Boulos, não poupou críticas ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB); "Dizem que impeachment não é golpe. É verdade, está previsto na Constituição. Mas impeachment sem crime de responsabilidade e conduzido por um bandido na presidência da Câmara é golpe sim senhor", criticou
Durante lançamento do Minha Casa Minha Vida 3, no Palácio do Planalto, o coordenador do MTST, Guilherme Boulos, não poupou críticas ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB); "Dizem que impeachment não é golpe. É verdade, está previsto na Constituição. Mas impeachment sem crime de responsabilidade e conduzido por um bandido na presidência da Câmara é golpe sim senhor", criticou (Foto: Aquiles Lins)

Do Blog do Planalto - O coordenador do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MTST), Guilherme Boulos, chamou o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, de bandido, por conduzir o processo de impeachment da presidenta Dilma, durante o lançamento do Minha Casa Minha Vida 3, no Palácio do Planalto.

"Dizem que impeachment não é golpe. É verdade, está previsto na Constituição. Mas impeachment sem crime de responsabilidade e conduzido por um bandido na presidência da Câmara é golpe sim senhor", criticou. A plateia reagiu aos gritos de 'Fora Cunha'.

Boulos elogiou o Minha Casa Minha Vida, mas disse que não poderia deixar de falar sobre política diante do quadro brasileiro. Para ele, a Federação da Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), que espalha patos pelo país, é hipócrita, pois sempre fez o trabalhador brasileiro pagar o pato. "Querem acabar com a CLT e com nossos direitos, e dizem que vão pagar o pato? Hipócritas" disse Boulos.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247