Jefferson correrá "grave risco" de morte caso retorne à cadeia, diz defesa

Os advogados pediram ao Supremo Tribunal Federal (STF) a prisão domiciliar do ex-parlamentar

Roberto Jefferson
Roberto Jefferson (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - A defesa do ex-deputado Roberto Jefferson afirmou nesta segunda-feira (11) que ele correrá "grave risco" de morte caso retorne à prisão. Os advogados pediram ao Supremo Tribunal Federal (STF) a prisão domiciliar do ex-parlamentar. A informação é do jornalista Guilherme Amado, no Metrópoles.

Jefferson está preso há dois meses, mas desde 4 de setembro está no Hospital Samaritano Barra, no Rio de Janeiro, onde passou por um cateterismo.

“Não há dúvidas de que o seu retorno ao sistema prisional agravará o seu estado de saúde, colocando-o, novamente, em risco de morrer”, afirmaram os advogados em documento enviado ao ministro Alexandre de Moraes. 

PUBLICIDADE

Eles acrescentaram: “Os relatórios médicos denotam que há grave risco de o requerente morrer, caso seja reinserido no sistema prisional”.

O pedido vem após o hospital ter declarado que Jefferson já tem condições de ter alta hospitalar. A instituição reclamou do custo com vigilância privada e pediu pressa para o envio de escolta policial para que o ex-deputado possa ser transferido de lá.

PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email