Jogadores do Brasília já estão na seleção brasileira

Nezinho e Arthur mal tiveram tempo de comemorar o tricampeonato no Novo Basquete Brasil; nesta segunda-feira 4, os dois atletas se apresentaram ao grupo que vai disputar o Sul-Americano; no dia dez, Alex, Guilherme e Ronald se juntam aos jogadores que vão para a Olimpíada de Londres

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Brasília 247 – Ainda em clima de comemoração, com direito a encontro com o governador do Distrito Federal Agnelo Queiroz, dois jogadores do Uniceub/BRB/Brasília tiveram que deixar o grupo. A saída foi por um ótimo motivo, o armador Nezinho e o ala Arthur precisavam se apresentar na seleção brasileira de basquete que vai disputar o Sul-Americano. O torneio acontece em Resistecia, na Argentina, entre os dias 18 e 22 de junho.

"É um campeonato muito importante. Primeiro porque dá quatro vagas para a Copa America de 2013 que é classificatória para o Mundial de 2014 em Madri, e depois porque o Brasil sempre tem que pensar em conquistas. Além de resultados, é importante dar peso e rodagem para atletas jovens que serão o futuro do nosso basquete", comentou o treinador da seleção do Sul-Americano GustavoDe Conti que substituiu Rubén Magnano no campeonato.

Não é a primeira vez que os dois jogadores titulares da equipe tricampeã nacional participam do torneio. No ano passado Arthur fez bonito na competição. Quase no mesmo período, Nezinho estava com a seleção principal no Pan-Americano de Guadalajara, no México. Desta vez, o técnico da seleção brasileira de basquete, Rubén Magnano decidiu por deslocar o armador para o Sul-Americano, mas explicou que isso não significa que ele não possa integrar o time que vai para os Jogos de Londres.

O grupo do Sul-Americano começou a treinar no dia 20 de maio.

Jogos Olímpicos

No próximo domingo 10, Alex, que concorre a melhor jogador do campeonato nacional de basquetes, Guilherme Giovannoni, eleito o melhor jogador da final, e Ronald, que concorre a jogador que mais evoluiu durante o torneio, vão se apresentar ao técnico da seleção brasileira de basquete, Rubén Magnano, para a preparação para os jogos Olímpicos de Londres.

Ao todo, 13 jogadores participaram desta fase, mas apenas doze irão à Londres. A estreia da Seleção Brasileira está marcada para o dia 29 de julho, contra a Austrália.

Os convodados são Larry Taylor (Bauru), Marcelinho (Flamengo), Alex (Brasília), Marquinhos (Pinheiros), Giovannoni (Brasília) e Caio Torres (Flamengo), que jogam no Brasil. E quatro representantes brasileiros na NBA, Tiago Splitter, Nenê, Leandrinho e Anderson Varejão, além de mais três jogadores que atuam na Espanha, Marcelinho Huertas, Rafael Hettsheimer e Raulzinho. As revelações Ricardo Fischer (São José) e Ronald (Brasília) foram convocados apenas para participar dos treinos.

Encontro com o governador

Na manhã desta segunda-feira 4 o governador Agnelo Queiroz recebeu o time tricampeão do Novo Basquete Brasil, o Uniceub/BRB/Brasília.

Em seu discurso, Agnelo Queiroz saudou os atletas, a comissão técnica e os patrocinadores do time, que garantiu o ouro após vencer o São José/Unimed/Vinac em Mogi das Cruzes, São Paulo. "É muito bom receber a equipe mais uma vez. Isso demonstra o sucesso, o talento e a força do time de vocês, que está levando o nome de Brasília a todo o Brasil", destacou.

O governador ressaltou a contribuição do basquete para a evolução do esporte na capital do país. "As conquistas de vocês estimulam a prática de esporte, que é muito importante na formação integral de nossos jovens. Vamos continuar contribuindo para a revelação de novos talentos e o desenvolvimento do basquete em todo o país", acrescentou Agnelo Queiroz, garantindo, entre outros investimentos, a reforma do Ginásio Claudio Coutinho.

O capitão do Brasília, Alex Garcia, fez a entrega simbólica do troféu ao governador do DF. "Ficamos felizes por representar Brasília mais uma vez no NBB. Essa conquista mostra a hegemonia do basquete na cidade", disse Alex. Eleito o melhor jogador da final com 26 pontos convertidos, Guilherme Giovannoni presenteou Agnelo Queiroz com uma camisa oficial do time autografada por toda a equipe.

À frente do Brasília desde 2010, o técnico José Vidal já havia treinado o time nos anos de 2006 e 2007. Para ele, os jogadores estão mais fortes e maduros. "A equipe reconhece o momento de dificuldade em quadra e sabe superá-lo. Hoje eles estão melhores em questões técnicas, táticas e emocionais", elogiou Vidal, salientando a ofensividade apresentada na final do NBB.

Com informações da Agência Brasília e Liga Nacional de Basquete

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247