Juiz manda prender passaporte e proíbe Lula de sair do Brasil

Mais uma violência cometida contra o ex-presidente Lula: o juiz Ricardo Leite, da Justiça Federal no Distrito Federal, determinou a apreensão do passaporte do ex-presidente Lula e o proibiu de sair do país; a ordem foi passada nesta quinta-feira 25 ao diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segovia, que comunicou o ministro da Justiça, Torquato Jardim; a medida do juiz do DF, no entanto, não tem nada a ver com o caso do triplex, pelo qual Lula teve a condenação confirmada nesta quarta, e sim por um inquérito no âmbito da Operação Zelotes; Lula tem uma viagem marcada à Etiópia para debater a fome no mundo

Lula
Lula (Foto: Gisele Federicce)

247 - O juiz Ricardo Leite, da Justiça Federal no Distrito Federal, determinou a apreensão do passaporte do ex-presidente Lula e o proibiu de sair do país.

A decisão foi tomada um dia depois da decisão do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), de Porto Alegre, que confirmou a condenação de Lula no caso do triplex do Guarujá e aumentou sua pena para 12 anos e 1 mês de prisão.

A medida do magistrado, porém, atende a um pedido do Ministério Público Federal no DF como parte de um inquérito em que Lula é acusado de tráfico de influência na aquisição de caças suecos pelo governo federal, no âmbito da Operação Zelotes.

A ordem foi passada no início da noite desta quinta-feira 25 ao diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segovia, que já comunicou o ministro da Justiça, Torquato Jardim, segundo informou a assessoria de imprensa da PF.

Lula tem uma viagem marcada para a Etiópia, na África, na madrugada desta sexta-feira 26, onde participaria de um encontro de líderes para debater a fome no mundo, a convite da União Africana, entidade que reúne 54 Estados. 

O aviso sobre a viagem havia sido feito pela defesa de Lula ao TRF4 no dia 16 de janeiro. O retorno estava marcado para segunda-feira 29. A PF não informou quando o passaporte será apreendido. 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247