Justiça determina que Valério pague multa de R$ 3 milhões

A Vara de Execuções Penais (VEP) do Distrito Federal determinou que, além de Genoino, mais quatro condenados na Ação Penal 470 paguem as multas determinadas nas condenações; somados todos os valores, eles terão que desembolsar cerca de R$ 10 milhões; débitos devem ser pagos em dez dias

BA - MARCOS VALÉRIO/PRISÃO/SALVADOR - POLÍTICA - Desembarque do empresário Marcos Valério no aeroporto de Salvador, Bahia, nesta sexta-  feira. Valério está sendo acusado de participar de esquema de grilagem de terras em São   Desidério (BA).  Além dele,
BA - MARCOS VALÉRIO/PRISÃO/SALVADOR - POLÍTICA - Desembarque do empresário Marcos Valério no aeroporto de Salvador, Bahia, nesta sexta- feira. Valério está sendo acusado de participar de esquema de grilagem de terras em São Desidério (BA). Além dele, (Foto: Valter Lima)

André Richter
Repórter da Agência Brasil

Brasília - A Vara de Execuções Penais (VEP) do Distrito Federal determinou hoje (6) que mais quatro condenados na Ação Penal 470, o processo do mensalão, paguem as multas determinadas nas condenações. Somados todos os valores, eles terão que desembolsar cerca de R$ 10 milhões. Os débitos devem ser pagos em dez dias, e foram definidos durante o julgamento.

Conforme a decisão, o publicitário Marcos Valério terá que pagar R$ 3,06 milhões; Ramon Hollerbach e Cristiano Paz, ex-sócios de Valério, vão pagar R$ 2,79 milhões e R$ 2,53 milhões, respectivamente. O ex-deputado federal Valdemar Costa Neto foi multado em R$ 1,08 milhão. O pagamento deverá ser feito após os advogados dos condenados serem notificados da decisão.

A VEP também determinou hoje que o ex-deputado José Genoino, condenado a quatro anos e oito meses de prisão no processo do mensalão, pague a multa de R$ 468 mil que recebeu pela condenação por corrupção.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247