LDO 2015 recebe mais de 1,6 mil emendas

Até o término do prazo para apresentação das sugestões, que se encerrou ontem  (20), às 18h30, foram 1.235 emendas de texto, que se referem à parte normativa da proposta, e 418 sugestões direcionadas ao Anexo de Metas e Prioridades, um adendo do projeto que elenca as ações prioritárias para 2015, de acordo com deputados e senadores; são projetos localizados nos estados dos parlamentares que devem ter recursos reservados na proposta orçamentária do próximo ano

Até o término do prazo para apresentação das sugestões, que se encerrou ontem  (20), às 18h30, foram 1.235 emendas de texto, que se referem à parte normativa da proposta, e 418 sugestões direcionadas ao Anexo de Metas e Prioridades, um adendo do projeto que elenca as ações prioritárias para 2015, de acordo com deputados e senadores; são projetos localizados nos estados dos parlamentares que devem ter recursos reservados na proposta orçamentária do próximo ano
Até o término do prazo para apresentação das sugestões, que se encerrou ontem  (20), às 18h30, foram 1.235 emendas de texto, que se referem à parte normativa da proposta, e 418 sugestões direcionadas ao Anexo de Metas e Prioridades, um adendo do projeto que elenca as ações prioritárias para 2015, de acordo com deputados e senadores; são projetos localizados nos estados dos parlamentares que devem ter recursos reservados na proposta orçamentária do próximo ano (Foto: Leonardo Araújo)

Agência Câmara - O projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2015 recebeu 1.653 emendas. O prazo para apresentação das sugestões acabou nesta quinta-feira (20), às 18h30. As emendas de texto – que se referem à parte normativa da proposta – somaram 1.235.

O restante das contribuições (418) foi direcionado ao Anexo de Metas e Prioridades, um adendo do projeto que elenca as ações prioritárias para 2015, de acordo com deputados e senadores. São projetos localizados nos estados dos parlamentares que devem ter recursos reservados na proposta orçamentária do próximo ano.

As emendas serão agora analisadas pelo relator do projeto da LDO, senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), que vai utilizá-las na elaboração do relatório final da proposta (PLN 3/14), a ser apresentado no dia 28.

O relatório precisa ser votado na Comissão Mista de Orçamento e depois no Plenário do Congresso Nacional (sessão conjunta de deputados e senadores).

Conheça a TV 247

Mais de Brasília

Ao vivo na TV 247 Youtube 247