Luis Felipe Miguel dará aulas sobre ‘golpe de 2016’ na UnB

A Universidade de Brasília (UnB) terá aulas sobre o "golpe de 2016", de acordo com descrição da disciplina que também acusa o governo Temer de fazer "ataque às liberdades e à democracia" e de ter uma "agenda de retrocesso"; de acordo com o plano de aula, haverá uma discussão sobre as "chances" de "restabelecimento do Estado de direito" depois do impeachment de Dilma Rousseff

A Universidade de Brasília (UnB) terá aulas sobre o "golpe de 2016", de acordo com descrição da disciplina que também acusa o governo Temer de fazer "ataque às liberdades e à democracia" e de ter uma "agenda de retrocesso"; de acordo com o plano de aula, haverá uma discussão sobre as "chances" de "restabelecimento do Estado de direito" depois do impeachment de Dilma Rousseff
A Universidade de Brasília (UnB) terá aulas sobre o "golpe de 2016", de acordo com descrição da disciplina que também acusa o governo Temer de fazer "ataque às liberdades e à democracia" e de ter uma "agenda de retrocesso"; de acordo com o plano de aula, haverá uma discussão sobre as "chances" de "restabelecimento do Estado de direito" depois do impeachment de Dilma Rousseff (Foto: Romulo Faro)

Brasília 247 - A Universidade de Brasília (UnB) terá aulas sobre o "golpe de 2016", de acordo com descrição da disciplina que também acusa o governo Temer de fazer "ataque às liberdades e à democracia" e de ter uma "agenda de retrocesso".

De acordo com o plano de aula, haverá uma discussão sobre as "chances" de "restabelecimento do Estado de direito" depois do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (em 2016). O semestre começará em duas semanas, de acordo com publicação do Poder360.

O Instituto de Ciência Política da UnB está oferecendo 50 vagas para o curso. A matéria será ministrada por Luis Felipe Miguel, professor titular da cadeira. Alunos de outros cursos poderão se inscrever para "O golpe de 2016 e o futuro da democracia no Brasil".

Um dos objetivos da disciplina, segundo a ementa (descrição sucinta do que será abordado), é "analisar o governo presidido por Michel Temer e investigar o que sua agenda de retrocesso nos direitos e restrição às liberdades diz sobre a relação entre as desigualdades sociais e o sistema político no Brasil".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247