Luiz Fux será o relator de processo de associações de magistrados contra juiz de garantias

Alinhadas com Sergio Moro, a Associação dos Magistrados do Brasil (AMB) e a Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe) entraram com ação no STF contra a medida sancionada por Jair Bolsonaro que cria a figura do juiz de garantias

(Foto: Senado | STF)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Da revista Fórum – O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), foi sorteado nesta sexta-feira (27) relator da ação movida pela Associação dos Magistrados do Brasil (AMB) e pela Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe) contra a medida sancionada por Jair Bolsonaro que cria a figura do juiz de garantias, tirando a responsabilidade do julgamento de juízes que acompanham processos.

O recesso do Poder Judiciário pode fazer com que o ministro Dias Toffoli se responsabilize pela decisão, já que é o responsável pelo plantão. Porém, como o assunto não é considerado urgente, a decisão deve mesmo ficar com Fux, que é alinhado a Lava Jato e ao ex-juiz e atual ministro da Justiça, Sergio Moro, que criticou a sanção da medida em meio ao pacote anticrime proposto por ele.

Leia a íntegra na Fórum

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247