Microsoft terá de explicar possível vazamento de dados ao Ministério da Justiça

A Secretaria Nacional do Consumidor, órgão do Ministério da Justiça, pasta comandada por Sérgio Moro, pede que a empresa explique se o banco de dados possui informações de residentes no Brasil e se elas foram acessadas

(Foto: REUTERS/Jacky Naegelen)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Secretaria Nacioanl do Consumidor deu dez dias para a Microsoft esclarecer a falha em um banco de dados da área de suporte ao cliente da empresa que teria exposto informações de 250 milhões de pessoas.

De acordo com a coluna Painel, o órgão do Ministério da Justiça, pasta comandada por Sérgio Moro, pede que a empresa explique se o banco de dados possui informações de residentes no Brasil e se elas foram acessadas. A companhia também terá de informar se está avisando clientes sobre o caso.

A Microsoft confirmou o erro nas configurações de segurança e afirmou que foi corrigido, mas disse não ter identificado acesso indevido. A empresa acrescentou que a maioria dos clientes não teve informações comprometidas, porque o banco de dados exposto as apaga automaticamente.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247