Militantes expulsam bolsonaristas em ato na frente do Palácio do Planalto (vídeo)

Renan da Silva Sena, o homem que recentemente agrediu uma enfermeira, desta vez não estava tão valente e foi um dos bolsonaristas que foi colocado para correr pelos militantes de esquerda

Renan da Silva Sena
Renan da Silva Sena (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - Nesta quarta-feira (20), militantes com bandeiras do PT e do PCO que protestavam contra Bolsonaro em frente ao Palácio do Planalto expulsaram um grupo de bolsonaristas que tentou tumultuar o ato.

De acordo com o PCO e com testemunhas, os bolsonaristas foram colocados “para correr”. Um dos que foram expulsos é Renan da Silva Sena, funcionário do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos que, recentemente, agrediu uma enfermeira que fazia uma manifestação pacífica.

Leia mais na Fórum.

Relembre o caso de Renan da Silva Sena, funcionário terceirizado do MDH (Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos) que agrediu verbalmente e cuspiu em enfermeiras que faziam uma manifestação na Praça dos Três Poderes, em Brasília.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email