"Minha vida é um inferno", diz Bolsonaro sobre ser presidente

Um dos principais responsáveis pelos efeitos econômicos e sociais da pandemia no Brasil, Jair Bolsonaro reclamou nesta terça-feira (2) das funções inerentes ao cargo de presidente da República

Jair Bolsonaro conversa com apoiadores no Palácio do Alvorada
Jair Bolsonaro conversa com apoiadores no Palácio do Alvorada (Foto: Repdorução/Twitter)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Jair Bolsonaro reclamou nesta terça-feira (2) das atribuições inerentes ao cargo de presidente da República. Na entrada do Palácio do Alvorada, Bolsonaro disse a uma apoiadora que "sua vida é um inferno". 

"Eu não sei o que eu vou fazer amanhã. Vou ver minha agenda de amanhã. Eu não sei. A minha vida é um inferno", afirmou Bolsonaro, após a mulher pedir para tomar um café com ele.

Não é a primeira vez que Bolsonaro reclama das funções de presidente. No último dia 14, o chefe do Executivo disse a bolsonaristas que o cargo não tem o que comemorar. 

"Tem gente que acha que ser presidente, ser governador, prefeito, é para comemorar. Não é para comemorar. É um tempo que você vai passar trabalhando, se você quiser, obviamente, trabalhando para o próximo. Não é fácil", apontou.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email