Ministério da Saúde diz que houve 'erro humano' e posta nova mensagem sem recomendar isolamento

Após o Ministério da Saúde apagar postagem em defesa do isolamento social e afirmando que a hidroxicloroquina não tem comprovação da eficácia contra o novo coronavírus, a pasta disse que aconteceu um "erro humano" e que sua publicação já foi corrigida

(Foto: Geraldo Magela/Agência Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Após o Ministério da Saúde apagar postagem em defesa do isolamento social e afirmando que a hidroxicloroquina não tem comprovação da eficácia contra o novo coronavírus, a pasta disse que aconteceu um "erro humano" e que sua publicação já foi corrigida. 

Na postagem inicial, o ministério respondia uma pergunta de uma internauta sobre a eficácia do remédio - defendido por Jair Bolsonaro - contra o vírus.

tuite-ms

Agora, a pasta deixa de dizer que não existem vacina, alimento específico, substância ou remédio que curem ou previnam contra a Covid-19, como havia feito anteriormente. Além disso, também não voltou a apontar o isolamento social como prática relevante no combate à pandemia.

"Diante da possibilidade do aumento do número de casos da COVID-19, até que se tenha uma vacina segura e testada, recomendamos o TRATAMENTO PRECOCE. O médico deverá ser procurado ao sentir os primeiros sintomas. A utilização dos medicamentos prescritos pelo médico, com a concordância do paciente, deve ocorrer de imediato", diz a nova mensagem.

"As pessoas que estão no grupo de risco e os idosos devem se precaver e evitar o contato com o público. As pessoas que estão fora do grupo de risco e as crianças devem continuar suas atividades normais, com os cuidados recomendados pelos protocolos do Ministério da Saúde", completa.

Pela mensagem inicial, o ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, está sendo criticado e atacado por bolsonaristas nas redes sociais.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247