Ministro “terrivelmente evangélico” ganha força para herdar cargo de Moro

André Mendonça, atual Advogado-Geral da União (AGU), ganhou força para ocupar a pasta da Justiça depois da demissão de Sergio Moro. Chamado de ministro ‘terrivelmente evangélico” por Bolsonaro, Mendonça já havia sido cogitado para uma vaga no Supremo

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Emparedado com a demissão de Sergio Moro e a nomeação de um amigo do filho - o ministro da Secretaria-Geral da Presidência Jorge Oliveira - para o ministério da Justiça, Bolsonaro pode estar inclinado a uma solução “doméstica”. A escolha de André Mendonça, atual Advogado-Geral da União passou para o topo da bolsa de apostas em Brasília. 

A reportagem do portal Uol destaca que “de acordo com auxiliares do presidente, a ligação embrionária de Jorge com a família Bolsonaro não ajudaria a arrefecer o desgaste causado por Moro. Apesar do alerta, o presidente parece disposto a enfrentar as críticas e ainda considera a possibilidade de dar o cargo ao aliado e avisou que deve anunciar o nome amanhã.”

A matéria ainda sublinha que “Jorge e Mendonça já são há algum tempo cotados pelo presidente para assumir futuramente as vagas que ficarão disponíveis no Supremo Tribunal Federal (STF). "O presidente gosta dos dois, e ambos trabalham com muito respeito pelas opiniões do presidente", destacou um assessor.”

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247