Mulher e filha de Cunha entregam passaportes à Justiça

Cláudia Cruz e Danielle Cunha, mulher e filha de Eduardo Cunha, presidente da Câmara, são suspeitas de se beneficiarem da suposta propina de US$ 5 milhões, referente a um contrato da Petrobras, depositada em contas associadas ao peemedebista no exterior; a entrega dos passaportes foi voluntária e, com isso, elas ficam proibidas de deixar o país; as investigações contra elas estão sob a responsabilidade do juiz Sergio Moro

Cláudia Cruz e Danielle Cunha, mulher e filha de Eduardo Cunha, presidente da Câmara, são suspeitas de se beneficiarem da suposta propina de US$ 5 milhões, referente a um contrato da Petrobras, depositada em contas associadas ao peemedebista no exterior; a entrega dos passaportes foi voluntária e, com isso, elas ficam proibidas de deixar o país; as investigações contra elas estão sob a responsabilidade do juiz Sergio Moro
Cláudia Cruz e Danielle Cunha, mulher e filha de Eduardo Cunha, presidente da Câmara, são suspeitas de se beneficiarem da suposta propina de US$ 5 milhões, referente a um contrato da Petrobras, depositada em contas associadas ao peemedebista no exterior; a entrega dos passaportes foi voluntária e, com isso, elas ficam proibidas de deixar o país; as investigações contra elas estão sob a responsabilidade do juiz Sergio Moro (Foto: Roberta Namour)

247 - Cláudia Cruz e Danielle Cunha, mulher e filha de Eduardo Cunha, presidente da Câmara, entregaram os passaportes à Justiça Federal em Curitiba.

Segundo a repórter Ana Clara Costa, a entrega foi voluntária e, com isso, elas ficam proibidas de deixar o país.

As duas são suspeitas de se beneficiarem da suposta propina de US$ 5 milhões, referente a um contrato da Petrobras, depositada em contas associadas a Cunha no exterior. As investigações contra elas estão sob a responsabilidade do juiz Sergio Moro.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247