Na Papuda, Geddel reencontra ex-companheiros de cela

Ex-ministro Geddel Vieira Lima voltou a dividir uma cela no presídio da Papuda, para onde foi transferido pela Polícia Federal após a descoberta de um apartamento onde estavam escondidos R$ 51 milhões atribuídos a ele, com nove ex-companheiros de cela da primeira vez - todos com nível superior - em que foi preso, em julho deste ano; cela ocupada pelo ex-ministro possui capacidade para 12 detentos e possui apenas um chuveiro frio, quatro treliches e um local para necessidades fisiológicas

Geddel
Geddel (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ex-ministro Geddel Vieira Lima voltou a dividir uma cela no presídio da Papuda, para onde foi transferido pela Polícia Federal após a descoberta de um apartamento onde estavam escondidos R$ 51 milhões atribuídos a ele, com nove ex-companheiros de cela da primeira vez - todos com nível superior - em que foi preso, em julho deste ano.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP) do Distrito Federal, a cela ocupada pelo ex-ministro possui capacidade para 12 detentos e possui apenas um chuveiro frio, quatro treliches e um local para necessidades fisiológicas.

A cela ocupada por Geddel está localizada no mesmo presídio em que o doleiro e delator Lucio Funaro está preso. Funaro é apontado como operador de propinas do PMDB. Eles estão presos em alas separadas e não possuem permissão para se encontrar.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email