"Não sou racista, meu pai tem cabelo bem pixaim", diz Wassef, advogado de Bolsonaro acusado de racismo

‘Já namorei uma negra, o meu avô era meio mulato.Tenho grandes amigos irmãos negros’, justifiocu Frederick Wassef, que teria chamado uma funcionária do Pizza Hut de “macaca”

Frederick Wassef
Frederick Wassef (Foto: Globo News/Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Acusado de injúria racial por uma funcionária do Pizza Hut em Brasília, o advogado da família Bolsonaro Frederick Wassef disse à coluna de Bela Megale, no jornal O Globo, que não é racista porque já namorou uma negra, seu avô era “meio mulato” e seu pai tem “o cabelo bem pixaim, encaracolado”.

“Já namorei uma negra, o meu avô, pai de meu pai, era mulato, meio mulato. Não sou racista. Inclusive, meu pai mesmo tem o cabelo bem pixaim, encaracolado”, disse.

Esta semana, Wassef reclamou de uma pizza que lhe deram numa loja do Pizza Hut e teria chamado uma funcionária de “macaca”. "Você é uma macaca! Você come o que te derem!”.

Segundo Wassef, a funcionária e o gerente da loja, que foram à delegacia prestar depoimento, “estão mentindo e armando para destruir a minha imagem e minha reputação, me incriminar. Jamais na minha vida destratei qualquer pessoa, não sou nem fui racista, tenho grandes amigos irmãos negros”, afirmou. “Afirmar que sou racista é uma farsa, uma mentira, um crime de calúnia. Eu sou vítima de um crime, não o autor.”

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247