Nunes Marques volta a deixar elegível Roberto Arruda, condenado duas vezes por improbidade administrativa

STJ havia mantido inelegibilidade do ex-governador do DF, mas ministro do STF decidiu restabelecer direitos políticos do correligionário de Bolsonaro

www.brasil247.com - Nunes Marques e Roberto Arruda
Nunes Marques e Roberto Arruda (Foto: ABR | Divulgação)


247 - O ministro Kássio Nunes Marques, do Supremo Tribunal Federal (STF), devolveu os direitos políticos ao ex-governador do DF, Roberto Arruda (PL), tornando-o elegível para o pleito deste ano. A informação é da coluna Painel, da revista Veja.

Arruda havia tido os direitos políticos cassados pelo Tribunal de Justiça do DF e Territórios após ser condenado em segunda instância por improbidade administrativa. Ele foi alvo de dois processos na operação Caixa de Pandora.

A defesa do ex-governador tentou reverter a decisão do TJDFT no Superior Tribunal de Justiça, mas, na última segunda-feira (1), o STJ recusou o recurso e manteve a inelegibilidade do ex-governador. Agora, com a decisão do ministro do STF, Arruda está liberado para concorrer.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Em face do exposto, suspendo a eficácia do acórdão proferido pelo Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios na Apelação Cível 0013595-14.2011.8.07.001, restando restabelecidos os direitos políticos de José Roberto Arruda”, escreveu Nunes Marques na sentença.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Pesquisa presencial Quaest (DF-08227/2022) divulgada em 17 de julho mostrava Arruda tecnicamente empatado com Ibaneis Rocha (MDB) na disputa pelo governo do Distrito Federal. Ambos lideravam a corrida para o comando do DF. A coluna Painel da Veja, no entanto, afirma que o político do PL deve se candidatar para uma vaga na Câmara dos Deputados.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email