Onyx diz que não pedirá demissão da Casa Civil

A interlocutores, o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, disse que a permanência é “crucial” para suas pretensões eleitorais futuras, como a disputa pelo governo do Rio Grande do Sul em 2022. Ala militar defende sua demissão, junto com a do mnistro Abraham Weintrab

(Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Apesar do esvaziamento de sua pasta por Jair Bolsonaro, o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, mandou avisar que não pretende deixar o governo.

Segundo o jornal Valor, Lorenzoni entende que a permanência é “crucial” para suas pretensões eleitorais futuras, como a disputa pelo governo do Rio Grande do Sul em 2022.

Ele adiantou ainda que deve declarar que eventuais mudanças na estrutura dos ministérios “são naturais” e que a manobra “é uma iniciativa de Bolsonaro pelo bem do país”.

Em férias nos Estados Unidos, onde se encontrou com Olavo de Carvalho, o ministro  decidiu antecipar a volta ao Brasil e vai desembarcar nesta sexta-feira (31), em Brasília, e deve se reunir com Jair Bolsonaro.

A ala militar do governo Bolsonaro, com apoio de ministros de fora do Planalto, está articulando a demissão de Onyx Lorenzoni e de Abraham Weintraub. O desgaste de ambos teria chegado ao limite. Contra Onyx pesa ainda o fato de ter apresentado Weintraub a Bolsonaro (leia mais no Brasil 247).

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247