Operação prende dois suspeitos de integrar facção criminosa

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) prendeu dois suspeitos de integrar uma facção criminosa que atua, principalmente em São Paulo, onde concentra suas atividades; a Operação Legião cumpre 54 mandados de prisão - 43 estão presos e nove foragidos; a ação tem como objetivo conter o avanço da facção criminosa PCC no DF e é realizada no Complexo Penitenciário da Papuda, no Centro de progressão Provisória (DF) e nos presídios de Planaltina de Goiás, Luziânia, Novo Gama e Águas Lindas, em Goiás, no Entorno de Brasília 

Brasilia - Condenados da A��o Penal 470, trazidos pelo avi�o da Pol�cia Federal (PF), foram levados para o complexo penitenci�rio da Papuda, no Distrito Federal
Brasilia - Condenados da A��o Penal 470, trazidos pelo avi�o da Pol�cia Federal (PF), foram levados para o complexo penitenci�rio da Papuda, no Distrito Federal (Foto: Leonardo Lucena)

Brasília 247 - A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) prendeu dois suspeitos de integrar uma facção criminosa que atua, principalmente em São Paulo, onde concentra suas atividades. A Operação Legião cumpre 54 mandados de prisão- 43 estão presos, nove foragidose tem como objetivo conter o avanço da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) no DF. A ação é realizada no Complexo Penitenciário da Papuda, no Centro de progressão Provisória (DF) e nos presídios de Planaltina de Goiás, Luziânia, Novo Gama e Águas Lindas, em Goiás, no Entorno de Brasília. 

A polícia apreendeu, na terça-feira (4), agendas de anotações com Giovane de Assis, líder do PCC na Penitenciária de Foz do Iguaçu, no Paraná. Ele coordenava as facções do Distrito Federal e Entorno, de acordo com as investigações.

Os alvos da operação responderão por participação de organização criminosa e, em casos de crimes específicos – como tráfico de drogas – podem ter a pena aumentada.

A operação é coordenada pela Delegacia de Combate ao Crime Organizado (Deco) e conta com 80 policiais civis, sendo 36 agentes da Divisão de Operações Especiais (DOE) e o restante do Departamento de Polícia Especializada (DPE).

 

Conheça a TV 247

Mais de Brasília

Ao vivo na TV 247 Youtube 247