Oportunidade de trabalho na área rural

At quinta-feira (16) moradoras de cinco assentamentos participam de cursos de costura e confeco de sacolas retornveis; produtos sero comercializados na Ceasa

Agência Brasília - Retalhos, sacos de trigo e faixas de propaganda são matérias-primas que vão gerar renda e uma nova ocupação para moradoras de comunidades rurais localizadas no estado de Goiás, entorno com o Distrito Federal. Até quinta-feira (16), moradoras de cinco assentamentos participam de curso de costura e confecção de sacolas retornáveis, que serão comercializadas durante o Dia da Sacola Cheia, nas Centrais de Abastecimento do Distrito Federal (Ceasa), uma vez ao mês – promoção que objetiva proporcionar à população o acesso a alimentos saudáveis com preços mais acessíveis.

A iniciativa faz parte das atividades propostas pelo Governo do Distrito Federal por meio da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do DF (Emater-DF) para o desenvolvimento dos assentamentos atendidos por convênio entre Emater e Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).“A tendência é que as pessoas passem as usar sacolas retornáveis e isso é uma boa oportunidade para permitir às famílias rurais a geração de novos rendimentos”, explicou a economista doméstica da Emater-DF, Heloiza Helena Rodrigues.

O aprendizado já tem deixado estimuladas as alunas, caso da moradora do assentamento Sonho Realizado (Água Fria-GO), Maria Lúcia Farias. “Nunca tinha mexido em uma máquina de costura e já estou fazendo direitinho. Estava mesmo precisando me ocupar e só tenho a agradecer por essa oportunidade”, contou. Meirivalda Rosa dos Santos, do assentamento Santo Antônio das Brancas, outra a demonstrar empolgação com o curso, acredita que a atividade vai permitir a entrada de um dinheiro a mais para sua família. “Nossa expectativa é conseguir vender as sacolas na Ceasa e passar a ter mais uma opção de renda em casa”, enfatizou.

Parcerias 

Conforme informações da Emater-DF, o material para confecção das sacolas é adquirido por meio de parcerias com instituições públicas e empresas privadas. A Agência de Fiscalização do DF (Agefis) fornece as faixas de propaganda recolhidas, enquanto uma padaria do DF faz a doação de sacos de fibra, que costumam ser utilizados para carregar trigo. Malharias também têm oferecido retalhos para o curso. Segundo o assessor da Emater-DF, Marcos Roedel, “a ideia é aumentar o número de parceiros e obter mais materiais para a confecção.”

Juntamente com a Emater-DF e, a iniciativa conta com a participação do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), que promove o curso com a professora Idalina Maria Rodrigues e fornece os materiais básicos. As máquinas de costura foram emprestadas pelos escritórios regionais da Emater-DF.

Serviço

Datas: 8 a 10 e 14 a 16 de fevereiro

Local: Escritório da Emater-DF no núcleo rural Taquara

Horário: 9h às 17h

Conheça a TV 247

Mais de Brasília

Ao vivo na TV 247 Youtube 247