Oposição quer Bolsonaro como alvo de inquérito que apura atos contra a democracia

PSB, PDT, PT, PCdoB, PSOL, Rede e PCB alertam STF que o presidente da República participou de atos anti-democráticos no domingo e pedem sua inclusão entre os investigados no inquérito que apura a responsabilidade de deputados na convocação de manifestações

(Foto: Esq.: Agência Câmara / Dir.: Marcos Corrêa - PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Partidos da oposição (PSB, PDT, PT, PCdoB, PSOL, Rede e PCB) apresentaram notícia de fato contra Jair Bolsonaro ao Supremo Tribunal Federal (STF) nesta quarta-feira, 22. Eles querem incluí-lo no rol de investigados no Inquérito 4828, que apura a participação de deputados nas manifestações contra o regime democrático e as instituições do Estado brasileiro, como o Congresso e o judiciário.

Além de instigar aglomeração de pessoas em plena pandemia do novo coronavírus contra as recomendações das autoridades sanitárias, Bolsonaro participou e discursou em atos, “claramente antidemocráticos”, segundo a oposição.

“O discurso (…) contou com palavras de apoio aos manifestantes como ‘não queremos negociar nada’ e ‘acredito em vocês’, enquanto proferiam palavras de ordem contra o presidente da Câmara, o Supremo Tribunal Federal e seus ministros, ostentando faixas com pedidos de fechamento de outros poderes e reestabelecimento do famigerado AI-5”, apontam no recurso, entregue ao ministro Alexandre de Moraes.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247