Pacheco diz que Senado vai priorizar análise do fim do rol taxativo da ANS

Senado vai dar prioridade à análise do projeto de lei que extingue o rol taxativo da Agência Nacional de Saúde, que contém a lista de atendimento obrigatório pelos planos de saúde

www.brasil247.com - Rodrigo Pacheco
Rodrigo Pacheco (Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado)


247 - O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD), afirmou, em evento no Expert XP 2022, em São Paulo, nesta quinta-feira, 4, que vai dar prioridade à análise do projeto de lei que extingue o rol taxativo da Agência Nacional de Saúde (ANS), que contém a lista de atendimento obrigatório pelos planos de saúde.

A proposta foi aprovada na terça-feira, 3, pela Câmara dos Deputados após o Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidir que a lista de serviços era taxativa e não exemplificativa. Isto é, que a lista contém serviços obrigatórios a serem cumpridos pelos planos.

>>> Leia mais: Entidades rebatem ANS e cobram votação de Pacheco no caso do Rol da ANS

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No Senado, a votação está marcada para a próxima terça-feira, 9. “Não posso afirmar sobre o mérito da questão, apenas garantir que teremos toda atenção e ligeireza para a apreciação desse projeto. O plenário irá decidir se será o mesmo texto da Câmara”, afirmou Pacheco.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email