Padilha protocola pedido para ouvir sargento sobre 39kg de cocaína

"De onde veio a cocaína? Pra onde ia? A quem beneficiava? Como não foi vista antes?", pergunta o deputado federal Alexandre Padilha (PT-SP) nas redes sociais. Ele também questiona por que Eduardo Bolsonaro ignora pedidos para ouvir o militar

(Foto: Cleia Viana - Câmara)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O deputado federal Alexandre Padilha (PT-SP) protocolou nesta terça-feira 1 na Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional da Câmara requerimento para seja realizada audiência pública para que o sargento da Força Aérea Brasileira Manoel Silva Rodrigues dê sua versão sobre a apreensão de 39 quilos de cocaína em um avião da comitiva presidencial no final de junho. A iniciativa havia sido anunciada pelo deputado no último domingo 29.

No requerimento, Padilha pede que o sargento, que está preso na Espanha, fale via teleconferência ou por meio de representante legal no Brasil.

Com apoio da bancada e liderança do PT, Padilha também iniciou contato com parlamentares  do PSOE e do Podemos da Espanha para que aprovem audiência com o mesmo objetivo, a fim de ouvirem o sargento no parlamento espanhol.

Rodrigues está lutando na Justiça pelo direito de contar a sua versão dos fatos à Comissão, que é presidida pelo deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente Jair Bolsonaro. Segundo reportagem do Diário do Centro do Mundo, o deputado ignorou todos os pedidos do sargento para se manifestar.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247