Parlamentares criam Frente para Fortalecimento do SUS com apoio de mais de 200 congressistas

Autores da proposta, o deputado Márcio Jerry (PCdoB-MA) e o senador Weverton Rocha (PDT-MA) querem assegurar a estruturação de uma política pública de saúde universal e de qualidade no Brasil, resguardando o sistema também no pós-pandemia

(Foto: Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O deputado federal Márcio Jerry (PCdoB-MA) e o senador Weverton Rocha (PDT-MA) conseguiram a adesão de mais de 200 parlamentares para criar, no Congresso Nacional, a Frente Parlamentar Mista pelo Fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS). A partir do colegiado, os autores da proposta – ambos em postos de liderança nas Casas Legislativas – querem assegurar a estruturação de uma política pública de saúde universal e de qualidade no Brasil, resguardando o sistema também no pós-pandemia.

“A Frente Parlamentar, que nós estamos chamando de Frente SUS, é fundamental para agendar como estratégico o debate e a formulação de políticas de fortalecimento do Sistema de Saúde do nosso país. Neste momento de tragédia, em meio à pandemia, estamos percebendo, todos, sua importância fundamental, mas nas condições de agora, não há sustentabilidade. Por isso, é preciso que a gente o reformule, o fortaleça e assegure recursos e condições para o atendimento de nosso povo. Este poderá ser o grande legado desta pandemia”, definiu Jerry, um dos proponentes.

De acordo com os requerentes, a Frente atuará na articulação e na mobilização para defesa do Sistema dentro do Congresso Nacional, na interlocução com as entidades representativas e, sobretudo, com a sociedade. Atualmente, o SUS atende cerca de 80% da população brasileira, o equivalente a 190 milhões de pessoas.

“O modelo do SUS de assistência ampla de saúde recebeu o merecido reconhecimento mundial agora durante a pandemia. Mas sempre foi um modelo de excelência com pouco apoio. Mais que nunca precisamos defender o SUS e garantir financiamento para que toda a população possa ser atendida”, assegurou Weverton.

A data do lançamento deve ser definida pelos congressistas na próxima semana.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247