Parlamentares repercutem agressão de Bolsonaro a Greta: “uma ‘pirralha’ digna, um presidente estúpido”

“Fala grosso com uma adolescente mulher. Fala fino com o presidente dos EUA. Não se trata apenas de um sujeito asqueroso. É um asqueroso covarde”, criticou a deputada Margarida Salomão (PT-MG)

(Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil | REUTERS/Pedro Nunes)

247 - Parlamentares usaram as redes sociais para enviar um recado a Jair Bolsonaro após o presidente chamar a ativista Greta Thunberg de “pirralha” nesta terça-feira (10). Ao ser questionado sobre as mortes de dois indígenas da etnia Guajajara em um atentado ocorrido no sábado (7) no Maranhão, Bolsonaro teria reclamado para uma jornalista sobre o espaço dado pela imprensa à sueca de 16 anos. Ao saber que havia sido ofendida pelo presidente brasileiro, Greta incluiu a descrição de 'pirralha' em sua conta no Twitter.

“Uma ‘pirralha’ digna; um presidente estúpido, imbecil e indigno”, declarou o vice-líder do PCdoB, deputado federal Márcio Jerry (MA).

Referindo-se a Bolsonaro como ‘covarde’, a deputada Margarida Salomão (PT-MG) aproveitou a ocasião para criticar a postura do governo brasileiro diante de Donald Trump. “Fala grosso com uma adolescente mulher. Fala fino com o presidente dos EUA. Não se trata apenas de um sujeito asqueroso. É um asqueroso covarde”, disse.

Outra deputada a lamentar a declaração foi Érika Kokay (PT-DF). Para a parlamentar, Jair Bolsonaro apenas corrobora a imagem negativa de suas políticas contra o meio ambiente. “Bolsonaro, reconhecido no mundo inteiro como inimigo do meio ambiente, acha que pode ofender Greta Thunberg? Ao chamá-la de ‘pirralha’ por criticar morte de indígenas no Maranhão, presidente reforça sua insignificância global nas questões do meio ambiente e das mudanças climáticas”, afirmou.

Já o líder da Oposição no Senado, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), lamentou a ausência de medidas para conter o desmatamento e a atuação de grileiros. “Bolsonaro fomenta desmatamento, contribui com as mortes dos indígenas, destrói a Amazônia. Pirralho é quem entrega nossas riquezas e não é capaz de gerir fundos para proteção do Meio Ambiente. A covardia do presidente é do tamanho da sua incompetência!”.

Deputada eleita pelo PSOL-RS, Fernanda Melchionna aproveitou a nova gafe para censurar a postura do atual presidente. “Uma Greta incomoda o Presidente. Duas Gretas incomodam, incomodam muito mais. O nível de presidente que temos é de quem chama aquela que se tornou símbolo mundial de luta em defesa do meio ambiente de ‘pirralha’. Que tenhamos mais e mais Gretas e bem menos Bolsonaro!”, escreveu.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247